15 de mai de 2013

Resenha e Swatches: Base Revlon Colorstay (Normal/Dry Skin e Combination/Oily)


Desde que comecei a maquiar profissionalmente custei um pouco a encontrar uma base que cumprisse tudo que eu precisava: boa cobertura sem marcar muito, alta duração sem manchar e deixar a pele oleosa ou ressecada.

Acabei conhecendo as bases da Revlon Colorstay uns 3 anos atrás e até hoje elas são minhas bases preferidas no geral, pois são muito versáteis!

Sempre uso e falo dela mas nunca escrevi um post resenhando mesmo, e já que tenho recebido pedidos pra postar swatches das cores achei melhor tomar vergonha na cara escrever sobre ela mais a fundo. 


É claro que ela não é a base perfeita para qualquer situação ou tipo de pele, mas é uma das que mais se adapta a várias necessidades! Tenho bases que gosto mais para situações específicas, mas se eu tivesse que ter uma só base para trabalhar com vários tipos de pele, sem dúvidas seria a Revlon Colorstay

Antes de começar a falar infinitamente sobre a base, acho legal mostrar o antes e depois dela pra ver o resultado na pele mesmo. A minha pele não tem muitas marcas para esconder, mas da pra ver a diferença da cobertura de pele perfeita, que funciona muito bem também para quem tem bastante marcas para disfarçar.

O que a maquiagem não faz por uma pessoa, né?! hahah


A base vem na versão para peles mistas a oleosas (com a tampinha preta opaca) e para peles normais a secas (com a tampinha com revestimento transparente). 


A diferença entre os dois tipos está no acabamento mesmo, sendo a versão para peles oleosas bem mais sequinha, que geralmente dispensa o pó, secando também mais rápido. Eu, que tenho a pele normal e às vezes um pouco mista, prefiro a versão Normal/Dry pois ela é mais hidratante e fácil de espalhar, embora peça uma finalização com pó para ficar sequinha no final. Mesmo sendo mais hidratante, não sinto que ela deixa a pele oleosa ou brilhando pra quem não sofre com oleosidade.

  • Para que tipos de pele ela é mais indicada?
    Recomendo ela mais para quem precisa de maior cobertura e não tem muitas linhas de expressão, tanto para peles oleosas quanto para peles normais e levemente secas. Quem tem pele muito seca pode precisar de uma base mais hidratante, mas usar um hidratante potente antes dessa base também funciona muito bem. Peles muito secas e não hidratadas vão beber toda a base e deixar ela craquelada. Em relação às linhas de expressão, não é que ela marque muito, mas a textura é um pouquinho expessa e algumas peles mais maduras precisam de uma base mais fluida. Nesse caso também dá pra usar, mas diluida no hidratante.


Tenho tanta coisa pra falar da tal da base que se eu for escrever livre vou falar por horas!
Então achei melhor dividir ela em prós e contras!

 Alta cobertura adaptável, que pode ir de leve a total 
   Para uma cobertura mais leve, uso a base como corretivo nos locais onde preciso de mais cobertura (na zona T e abaixo dos olhos, geralmente) e esfumo ela nas outras áreas do rosto. Outra opção que funciona muito bem é misturar a base com um hidratante, diluindo-a e fazendo com que ela fique mais fininha.
   Se preciso de cobertura alta mesmo, aplico 2 camadas mais concentradas dela usando um pincel normal de base ou um de corte reto, cuidando para não esfregar muito e aplicar mais com batidinhas.

Longa duração. Mesmo.
   Ela promete 24 horas, mas juro que umas 16 horas a tal da base realmente fica no rosto. Depois de umas 12 horas sinto que ela vai diminuindo a intensidade, mas quando aplico de manhã cedo, à noite quando vou limpar a pele sempre tem bastante base ainda. Pra aumentar a fixação ainda mais eu gosto de usar o pó fixador translúcido da Catharine Hill (resenha aqui), e sei que a base não vai sair do lugar até que seja removida com demaquilante mesmo. Pra dar uma noção, eu já maquiei clientes as 7 horas da manhã que passaram o dia maquiadas, saíram a noite com a mesma make e juram que chegaram em casa de madrugada com a pele ainda com base!

 Não fica aparente
   Dependendo da quantidade que você aplica, não parece que você está usando base. Muitas vezes quando estou com ela recebo elogios sobre a minha pele e as pessoas não acreditam que eu to de base! haha Quando se aplica bastante a pele fica perfeita e é mais evidente que se está com a pele maquiada, mas não se enxerga a base em si.

Fácil de aplicar e de misturar cores
   A fórmula tem uma cobertura alta, mas não é aquela base densa que é quase cremosa, e por isso é mais fácil de aplicar e de misturar cores entre si. Também acho que esse fator faz com que a base não marque muito as linhas finas e não craquele. Ela fica bem com e sem primer, aplicada com os dedos, com pincel de base normal, com duo fiber, flat top, esponjas...


 Tabela de cores variada (mas não perfeita)
   A tabela de cores da base é completinha e tem vários tons (nem sempre todos chegam no Brasil, pra variar), mas não é dividida entre tons quentes, neutros e frios. A maioria dos tons é neutro, sendo alguns mais quentes (muitas vezes difíceis de encontrar entre bases nacionais) Assim, é fácil achar um tom que combine com a sua pele, mas é difícil encontrar o tom real e perfeito.



Embalagem
   A embalagem é um dos maiores problemas, na minha opinião. Ela é de vidro e não muito grande, resistente (já deixei cair no chão muitas vezes e nunca quebrou!), nada muito luxuoso mas passa a idéia de um produto de qualidade. Ela tem a tampa de rosca que fica sujinha facilmente (tirei a foto de como ela fica mesmo pra mostrar o produto real como ele é no uso, e não só novinho limpinho), mas o grande problema é a falta de um pump, um aplicador que facilite a dosagem do produto e evite a abertura da embalagem toda a cada uso.


   Esse "probleminha" pode se tornar bem chato principalmente para quem faz uso pessoal da base, pois além de desperdiçar produto, ele todo entra em contato com o ar repetidamente, o que acelera o processo de oxidação e diminui o prazo de validade "real" (digo, o prazo em que a base não é mais usável mesmo, e não o prazo indicado).
   Pra quem usa a base em maior quantidade como profissionalmente, a oxidação não chega a atrapalhar tanto, mas a embalagem de vidro é quase um crime contra a natureza - eu morro de pena de jogar fora um monte de embalagens assim! É claro que o plástico não é a primeira maravilha da reciclagem, e sei que o vidro pode ser reciclado ou reaproveitado, mas nesse caso acho muito difícil que isso aconteça, enfim.

 A base transfere, um pouco
   É, ela transfere um pouco. Mas até hoje não achei nenhuma base que cobrisse bastante e não transferisse tanto quanto. Não é nada louco que vai sujar sua roupa ou manchar as pessoas que você cumprimentar, mas se não finalizar a make com pó ela deixa a tela do celular sujinha, sabe?!

Se aplicar bastante, você sente ela pesada (na hora da aplicação)
   Ela não é tão confortável quanto um BB cream ou um hidratante com cor, então se aplicada em maior quantidade você sente que está usando base na hora da aplicação. Depois disso, eu pelo menos não sinto mais nada - não é como se você estivesse mascarada ou algo do tipo. Imagina!

Difícil de tirar
   Esse fator não chega a ser um grande problema se você levar em conta o poder de fixação que ela tem, mas realmente dá mais trabalho pra retirar o produto totalmente e precisa de um demaquilante mesmo, lencinhos removedores geralmente não dão conta do recado. Mas é aquilo, assim como a máscara de cílios a prova d'água é um fator que acaba valendo a pena quando você precisa de alta fixação.

  • Como é a melhor forma de aplicar?
  Eu já comentei que a base fica bonita com todas as formas de aplicação: desde os dedos até esponjas e todos os tipos de pincéis. Mas a forma que eu mais gosto é aplicando com um pincel tradicional de base (que dá maior cobertura) e dando acabamento com um pincel duo fiber logo em seguida, antes que seque. O que faz a base ficar bonita na pele é usar uma camada bem fina, e ir construindo conforme o necessário. É aquela coisa menos é mais.


E enfim, as amostras das cores que eu tenho:


Tem cores mais claras como a 150 e até a 110, mas onde eu compro só encontro a base a partir da 180 (nos Free Shops de Rivera, fronteira com o Uruguai). Eu tenho muitas mesmo porque uso muito nas clientes, mas acabei elegendo só essas cores que misturo entre si, então muitas das minhas são de cores repetidas. Com essas cores, mais uma bem mais clara e outra bem mais escura consigo chegar em qualquer tom. Também gosto de usar uma base que predomina mais o amarelo e uma bem rosada para "temperar" a temperatura da cor.

Essa base é vendida em farmácias lá fora, e é classificada no que eles chamam de "drugstore makeup", maquiagem de farmácia. Mesmo sendo um pouco desprezada por esse quesito, sempre vejo ela na lista de melhores produtos para pele de farmácia de vários gurus que considero muito a opinião (o Waine Goss, a Nikkie e até a Lisa Eldridge, todos ja falaram bem dela!)

O preço nos EUA é por volta de U$12, em Free Shops Uruguaios eu encontro ela por U$15, e em lojas brasileiras como a Renner e farmácias como a Droga Raia custa por volta de R$70.

Ok, o preço no Brasil é absurdo comparado ao preço lá fora, mas ainda assim é uma base com valor super razoável, principalmente levando em consideração a qualidade!

Sei que tem pra vender no Ebay e em vários outros sites internacionais e nacionais, mas eu pessoalmente nunca comprei online então não recomendo nenhum específico.

Pra mim, é a melhor base em custo X benefício que eu conheço com cobertura média a alta para peles sem muitas linhas finas.

E vocês, já usaram? Qual a base preferida de todos os tempos de vocês?

4 comentarios:

Bianca Daléssio disse...

Oi Julika, sempre acompanho o blog e suas dicas me ajudam mto... Preciso que me tire uma dúvida: vc acha que pra eu começar a maquiar profissionalmente consigo trabalhar usando só essas 5 cores de base? Pelo menos pra começar né... E hhehehe
Bjosssssss

Anônimo disse...

qual e cor certa para pele clara e seca?

Anônimo disse...

CREME NUTRITIVO REPOSITOR DE ÁCIDOS GRAXOS

De: R$ 24,90

Formulado à base de óleos vegetais de macadâmia, Prímula, Rosa Mosqueta e Vitaminas A e E, este creme é ideal para devolver os nutrientes e a umidade natural da pele extremamente seca e sem vida.

Para maiores informações sobre este produto, acesse:
http://www.anaterrashop.com/cosmeticos/creme-nutritivo-repositor-de-acidos-graxos.html

Amanda Ribeiro disse...

Olá estava procurando uma resenha dessa e achei muito produtiva parabéns
.Gostaria de saber se essa cor 330 é parecida com a beige 7 mary kay você pode me ajudar? Muito obrigada

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve?

Quem escreve?
JuliKa Oliveira, gaúcha de Porto Alegre, trabalha como maquiadora e designer de sobrancelhas e é apaixonada por beleza e compartilhar conhecimento! Contato pelo julika.oliveira@terra.com.br

Tags

tutorial (67) colorido (62) resenha (43) neutros (40) dicas (37) roxo (33) delineador (28) novidades (28) festa (25) artistica (22) azul (22) preto (22) dia-a-dia (20) dourado (20) make up (20) rosa (20) glitter (19) inspiração (16) trabalhos (16) swatch (12) make (11) paleta (10) tosquera (10) clientes (9) laranja (9) sobrancelhas (9) cilios postiços (8) vinho (8) NYX (7) coastal scents (7) concurso (7) dica (7) esmalte (7) lilas (7) verde (7) vult (7) BBB (6) fotografia (6) video gringo (6) youtube (5) antes e depois (4) crazy stuff (4) glítter (4) marrom (4) DIY (3) boneca (3) carnaval (3) maletas (3) organização (3) primer (3) TAG (2) maquiagem masculina (2) photoshop (2) vendas (2) c (1) coruja (1) fantasia (1) leve (1) pinceis (1) rimel (1)

Curta o All My Looks

Faça Parte!

All My Looks.com.br. Tecnologia do Blogger.

Sugestões