31 de jan de 2013

Cabelos: Como passei do preto ao ruivo acobreado


  Finalmente aqui estou eu para contar a longa história sobre a cor do meu cabelo, como eu passei do preto ao ruivo acobreado.

  Alguns meses atrás meu cabelo era bem escurão, um castanho escuro quase preto mesmo, e hoje depois de muito trabalho e sofrimento, consegui transformar ele em um ruivo claro. 



Pra entender melhor o mundo da química e como as tintas funcionam, é super importante ter uma noção de como funciona a numeração das tintas de cabelo.

Não vou me prolongar muito, só mostrar rapidinho como funciona, pra quem não conhece entender melhor!

Geralmente quando a gente escolhe uma tinta de farmácia, vai pela cor do cabelo na caixinha, né?!
Ou mesmo se vamos escolher uma tinta profissional, vamos pela cor da amostra. Mas todas as cores tem um número, e escolhendo a cor pelo número você tem muito mais chances de acertar

Então, como funciona?

As cores de cabelo são divididas em altura (do mais escuro ao mais claro), que é representada pelo primeiro número, e em e reflexos (conforme a cor), representada pelo número depois do ponto.


  Assim, um cabelo castanho claro natural usa o número 5.0, assim como uma cor de número 6.6 é um loiro escuro avermelhado, e um 7.4 seria o equivalente ao loiro médio acobreado.

  Algumas colorações não usam o ponto, e podem também ter dois números depois do ponto, indicando dois reflexos diferentes ou um reflexo mais intenso, quando o número é repetido (por exemplo, 8.43 seria loiro claro acobreado dourado, e 8.44 um loiro claro acobreado intenso, e o )

  Isso é super útil pra quem vai se aventurar a pintar o cabelo sozinha, ou mesmo escolher o tom ideal para levar a um profissional, pois entendendo qual o seu tom atual e qual o tom ideal, fica bem 
mais fácil saber como chegar lá!



A cor natural do meu cabelo é um castanho claro, mas ele estava pintado de preto, na altura de um 2. 

Quando eu comecei a pensar em trocar de cor e descobri que o preto é a cor mais difícil de tirar do cabelo, comecei a deixar crescer a raiz e usar somente tonalizante castanho médio. 

A minha cor dos sonhos no momento era um ruivo acobreado laranjinha mais natural, entre o 7.4 (chamado tecnicamente de loiro médio acobreado) e o 8.4, ainda mais claro.

Para chegar nesse tom, eu teria que abrir (ou "subir") 5 tons no meu cabelo, o que é impossível de se fazer somente com tinta, principalmente com um cabelo que já tem coloração no fio.

Porque tem aquela famosa regra: tinta não clareia tinta. Então para clarear eu teria que decapar e/ou descolorir, antes de jogar uma tinta da cor que eu queria.
  • Fui em alguns cabeleireiros e me disseram que não tinha como clarear meu cabelo até o tom de ruivo que eu queria - que pra tirar a tinta preta, só esperando crescer todo o cabelo novo. 


meu cabelo com o preto já um pouco desbotado, e a raiz virgem"



Depois de passar alguns meses evitando a tinta, fiquei com uns 4 dedos de raiz natural (como na foto acima), mas ainda tinha muita tinta preta no comprimento do cabelo e a minha paciência não ia esperar 2 anos até o cabelo crescer todinho de novo.

Então antes de tentar descolorir, pesquisei e experimentei a decapagem com o produto Dekap Color. A decapagem nada mais é do que a retirada da tinta do cabelo, mas diferente de uma descoloração.


     O Dekap Color não contém amônia, e por isso não detona tanto o cabelo e também não clareia o cabelo natural, virgem. Ele age só retirando os pigmentos de tinta do cabelo, portanto quem tem uma coloração mais escura do que a cor natural do cabelo vai clarear o cabelo usando o produto. Quem já tinha luzes ou descoloração antes de usar uma tinta mais escura, pode clarear ainda mais o cabelo só com ele.

    Vi algumas fotos de resultados dessa decapagem (é só procurar no Google que vc acha várias resenhas!), e resolvi experimentar. O produto diz que retira total ou parcialmente a tintura dos cabelos, e que pode precisar de várias aplicações dependendo de quanta tinta tem acumulada. As instruções são para fazer até 2 aplicações de 30min em um dia, e dar um intervalo de 1 semana até reaplicar.

Fiz isso e meu cabelo já ficou bem mais claro, quase todo do tom da minha raiz, puxando para um tom mais avermelhado. Ele não ficou muito danificado, mas como o produto retira a cor, o cabelo fica com uma cor sem vida e sem brilho.

Eu não aguentei esperar mais uma semana e pra reaplicar e parti para a parte mais complicada: a descoloração.

Eu sabia que a descoloração ia fragilizar muito meu cabelo, e estava preparada para isso. Antes de toda essa aventura, meu cabelo era super saudável e hidratado, então eu sabia que ele ia resistir.

Se você já tem o cabelo muito fragilizado, não tente isso em casa! hahah
E se tentar, é super importante acompanhar de 5 em 5 minutos o estado do fio (com a descoloração ele começa a ficar elástico, e depois disso vem a quebra químia e sim - ele pode CAIR). Pra quem vai tentar, eu recomendo ler um post super completo da Joyce AQUI que explica bem como a descoloração funciona!

Usei um descolorante da Igora, linha profissional da Schwarzkopf com água de 30 volumes e apliquei no cabelo todo.


O problema é que o descolorante clareia super rápido na raiz (e onde o cabelo é virgem), e bem devagar onde tem resíduos de tinta. Por isso, eu apliquei o descolorante primeiro no comprimento por 25 minutos, deixando uma distância da raíz, e apliquei no restante só nos ultimos 15 minutos. Mas como eu tinha usado dekap color, a separação entre a raiz e o cabelo com tinta não estava mais nítida...

Nos pontos onde o espaço da raiz que eu deixei foi menor do que a raiz verdadeira (ou seja, o produto ficou muito mais tempo onde já não tinha tinta), ele ficou super claro. E nos pontos onde o espaço ficou maior do que a raiz, (ou seja, nem toda a parte com tinta foi coberta) ele ficou com uns pedaços escuros. Além disso, ainda tinha várias manchas no topo da cabeça.
Deu pra entender? Enfim, ficou manchado!

Fiz mais uma descoloração com a ajuda da minha irmã para enxergar os pontos em que eu não conseguia ver, e igualamos um pouco a cor.

O resultado: um cabelo loiro médio super amarelo/laranja, tipo mico leão dourado.
E super fragilizado e elástico.

Agora que eu já tinha o cabelo na altura que eu precisava, era só jogar a tinta da cor que eu queria e esperar que ela igualasse um pouco as manchas.


Usei a coloração 7.4 da Alfaparf e ficou assim:


Dá pra ver na primeira foto que as minhas pontas ficaram super detonadas, e como já eram desfiadas perderam muita massa capilar. O cabelo só ficava decente com muito óleo de argan como finalizador e chapinha.

No geral não parecia muito manchado, mas quando começou a desbotar começou a aparecer que a raiz estava mais clara que as pontas. A cor ainda não estava tão clara quanto eu queria, mas mesmo assim no mês seguinte acabei usando a tinta 6.4 (ainda mais escura!), para poder emparelhar a cor.


6.4 alfaparf

Eu achei que ficou legal, mas bem mais escuro do que eu queria!

Então depois de um tempo recorri a uma profissional pra ajeitar de vez a cor do meu cabelo. Fizemos outra descoloração no cabelo todo e dessa vez ficou bem claro, ainda detonado, mas não manchado!

Com o cabelo claro, é só jogar a tinta que quiser que pega tranquilo!

E então eu fiz a coisa certa pela primeira vez: antes de jogar uma tinta no cabelo sem ter certeza se ia gostar da cor, eu tonalizei primeiro. 

E é isso que eu aconselho se fazer quando não se sabe ainda a cor que gosta de verdade. A cor que fica linda na fulana muitas vezes não é a que fica melhor em você!

Depois de algumas experiências que eu não gostei muito (usei o 9.0 da wella com o mixton 0.34, mas ficou amarelo! tentei usar só o tonalizante hard colors na cor crazy orange da kert mas ficou laranja demaais!), experimentei o tonalizante 8.4 da alfaparf e adorei!

É claro que pra completar o drama, parece que a alfaparf tirou essa cor de linha (SIM, TAMBÉM NÃO ENTENDO POR QUÊ!), e tive que procurar substitutos.

Achei a mesma cor 8.4 na linha Yellow, que é da Alfaparf, e substituiu bem a cor!




Hoje em dia uso uma mistura de 3 partes (45g) da 8.4 da yellow/alfaparf com 1 parte (15g) de 7.4 da alfaparf, para deixar o tom levemente mais escuro - pois acho que assim combina mais com meu tom de pele!

Eu também acabei cortando bastante o cabelo, um pouco para tirar as pontas ressecadas e também porque estava cansada daquele corte chanel de bico que usava a bastante tempo.


Não dá pra deixar de dizer que essa cor dá muito trabalho pra se alcançar (pra quem já é loira é mais fácil, ok), e também dá muuito trabalho pra manter! Em 6 lavagens a cor já está desbotando e começa a ficar aquela coisa "água de salsicha", além de ser uma das cores de tinta que mais resseca os fios! E depois de todo esse trabalho pra chegar na cor e pra manter, dizem que tirar também é super difícil! Se você for para uma cor mais escura é tranquilo, mas se quiser voltar para um loiro por exemplo, o pigmento laranja custa muito pra sair do cabelo, e sempre volta um pouquinho!

Então pra quem vai tentar, pense bem antes!

Apesar de tudo isso, eu adorei toda essa aventura pra chegar na cor que eu queria e amo a cor, então pra mim todo o trabalho vale a pena!

  • Pra quem está pensando em tirar o preto do cabelo, o que eu diria: não é impossível (como alguns cabeleireiros afirmam), mas dá muito trabalho e exige paciência!
  • Pra quem está pensando em chegar em um ruivo acobreado, eu diria: tenha MUITA paciência e esteja preparada para gastar muito tempo e dinheiro com tintas e tratamentos sempre, pois o cabelo ruivo exige manutenção semanal de cor e de hidratação (dependendo de fio pra fio, claro)
  • Para os dois casosesteja pronta para cortar bastante as pontas ou trocar o corte do seu cabelo, pois tantos procedimentos químicos danificam muito o cabelo! Por isso eu diria que o ideal é deixar ele mais comprido para depois fazer os procedimentos!



Ainda tenho milhares de coisas pra falar sobre como mantenho a cor (que é super complicada e desbota muito rápido) e sobre os tratamentos que fiz pra recuperar o cabelo, mas isso fica pra outro post!

Quem tiver dúvidas pode perguntar nos comentários, que eu vou respondendo o que puder e já pensando qual o próximo assunto mais urgente pra falar! hehe

Ruivas de plantão e interessadas: vamos compartilhar nossas experiências! Me contem a história de vocês, qual produto funciona e qual não - tô super curiosa pra saber se sou só eu a louca do cabelo! hahha

Beijão!

29 de jan de 2013

Batons hidratantes Eudora: Nude, Rose Play e Avelã


De todas as marcas cheias de novidades que o Boticário lançou, a única que abriu aqui em Porto Alegre foi a Eudora.

A loja é super bonita e a variedade de maquiagens não é das maiores, mas os poucos produtos que tem parecem valer o custo x benefício. Os preços são todos super justos, e como a loja fica no mesmo shopping onde fica o salão onde eu trabalaho, tô sempre passando lá pra dar uma olhadinha!

Já experimentei várias coisas e vou mostrando pra vocês aos poucos, mas hoje o que eu queria mostrar são os batons hidratantes:



A segunda linha deles, chamada Soul tem batons hidratantes e matte, que vem nessa embalagem simples mais bonitinha. Embora tenha uma tampa de plástico é super resistente pra jogar na bolsa!

Não achei a coisa mais luxuosa do mundo, mas pelo preço (R$10,90! uhul!) vale muito a pena.


Como eu tenho comprado mais maquiagem para trabalho mesmo, procurei apenas cores "cor de boca", pois é a cor que 90% das clientes pede, embora eu não tivesse uma variedade tão grande dessas cores!

 Os três cor de boca que escolhi: Nude, Rose Play e Avelã

Escolhi três cores neutras que vão do cor de boca mais clarinho e rosado, ao mais profundo e avermelhado. As cores ficam super bem na boca, e combinam com tons de pele diferentes.

Amostras na ordem trocada: Rose Play (o mais claro), Nude e Avelã

Por serem hidratantes, os batons transparecem um pouco da cor real do lábio, e se misturam super bem criando um cor de boca seu mesmo. E mesmo hidratantes, eles não são pegajosos ou cremosos demais, e fixam super bem na boca. A fixação não é aquela de 10 horas de um batom super matte, mas ele dura umas boas 4 horas e vai desbotando gradualmente, sem manchar.



O mais claro dos que escolhi é o Rose Play e é um cor de boca levemente rosado, que fica com aquela cara de saúde para as bem clarinhas. Também é uma opção de nude mais claro que não puxa pro bege nem pra aquela cor de anemia, pra quem tem pele mais escura.


O mais cor de boca de verdade, e o que eu mais tenho usado em clientes (esse é o segundo que compro dessa mesma cor já!) é o Nude. A cor não é nem muito clara e nem muito escura, e por ser bem hidratante e um pouco translúcido, se mistura bem com a cor dos lábios e fica bem natural. É perfeito pra aquela make do dia a dia, ou uma make mais festiva em que não se quer chamar muito a atenção para os lábios, sem deixar eles muito clarinhos também. 


O mais escurinho é o Avelã, que fica lindo desde nas branquinhas pra deixar aquele aspecto de boca naturalmente corada/avermelhada, como um cor de boca natural para as mais morenas e negras.


No geral adorei os batons e não tem o que dizer de ponto negativo neles. É claro que a duração poderia ser maior e a embalagem mais bonita, mas não por esse preço (R$10,90). É uma ótima opção de batom pra o dia a dia e pra ter por perto mesmo e poder retocar.

Comprei o meu (não recebi de acessoria nenhuma) na loja física do Barra Shopping em Porto Alegre, e parece que as compras online estão fora do ar, mas pelo site deles dá pra ver onde tem uma loja no seu estado!

Beijos!
24 de jan de 2013

Paleta Wet N' Wild 248 Lust: Swatches e Looks


Sempre ouvi falar bem das Paletas da Wet n' Wild, mas nunca tinha achado uma com cores que eu gostasse. Quando vi essa roxinha na cor Lust Désir 248 em uma loja aqui de Porto Alegre por R$19,90, trouxe pra casa na hora! 


A embalagem é simples e compacta, e a tampinha de plástico fica marcada com facilidade. As sombras são de um tamanho bom pra um sexteto, não muito grandes mas duram muuitas aplicações. Antes de testar as sobras, nada muito emocionante, mas pelo preço não dá pra reclamar.



Mas ao primeiro toque do dedo em uma das sombras, já se nota a pigmentação incrível.



Eu sinceramente nunca tinha visto sombras tão pigmentadas assim. Com um toque super levinho elas ja pigmentam muito. Elas não são nem secas e esfarelentas nem cremosas demais, e fixam no olho mesmo sem primer nenhum (é claro que mesmo assim é sempre bom usar uma base pras sombras pra aumentar a duração!)

Depois de fazer as amostras nos dedos, eu só passei os dedos no pulso e a pigmentação continuou incrível. Dá pra construir uma cobertura muito completa sem ter que reaplicar a cor.



Quanto às cores, eu simplesmente amei também!

Das opacas tem um roxo ameixa bem escurão e um mais claro bem vivo, e mais um rosinha leve. Todas pigmentam super bem e só com essas cores já da pra fazer muitas combinações lindas.

Já as com brilho, tem um roxo bem escuro com brilhos roxos que aparecem na pele, que mais parece um preto com brilhos roxinhos. A cor de chumbo é bem azulada e fica linda com um smokey eye preto, e o bege é opaco só com brilhinhos discretos que não aparecem muito, mas dá uma cobertura super boa pra iluminar a sobrancelha, por exemplo.

Mesmo com toda essa pigmentação, as sombras são super boas de se trabalhar e esfumam super fácil, sem manchar.

Não sei se eu to só "batendo na mesma tecla", falando super bem sobre uma paleta que todo mundo sempre falou bem, mas eu fiquei realmente impressionada com as cores.

Pra mostrar um pouquinho mais aqui estão fotos de alguns looks que fiz com a paleta ultimamente:




Enfim, estou in love por essa paleta e sem dúvida essa foi a melhor compra em custo x benefício dos últimos tempos. 

Até agora as outras cores que eu vi não tinham me interessado, mas agora vou comprar com certeza todas as que eu encontrar! aloka

Aqui em Porto Alegre encontrei na loja Top Internacional do Shopping Iguatemi, que vende um monte de makes de marcas importadas loosho, mas sei que também se encontra em free shops na fronteira (eu nunca encontrei!). Se alguém conhecer um site que venda, por favor, avisa! :D

21 de jan de 2013

Batons Matte NYX: swatches e resenha!


Essa semana chegou aqui em casa um pacotinho da Cherry Culture que eu estava esperando a bastante tempo, de uma comprinha em que eu me joguei total e comprei 17 batons da NYX!

Desses batons, comprei 10 da linha regular (Round) que são bem hidratantes e mais 7 da linha Matte, que eu ainda não conhecia e que vou mostrar hoje pra vocês!



  • Mas Julika, pra quê tanto batom?

   Acontece que desde que estou trabalhando em salão de beleza, todas as minhas melhores maquiagens ficam na minha bancada de trabalho, e não mais na minha penteadeira. Então toda aquela mágica que eu tinha com o meu cantinho de maquiagem recheado se resume agora às coisas não-profissionais e de uso pessoal mesmo - é claro, com POUQUÍSSIMOS BATONS! Todos os mais lindos deixei no salão, e tava sentindo falta de umas cores diferentes!

   Por isso resolvi apostar nos batons da NYX, que tem uma infinidade de cores por um preço super justo e qualidade ótima!



Os escolhidos: Pale Pink, Hippie Chic, Audrey, Summer Breeze, Angel, Indie Fick e Pure Red



   Achei a embalagem dos batons muito fofa, e como todos os batons da NYX, dá pra ver uma amostra da cor mesmo com a embalagem fechada, facilitando na hora de escolher um entre muitos. Na linha regular deles a amostra vem na "bundinha" do batom, e eu acabo deixando eles de cabeça para baixo pra ver as cores. Nessa versão matte, a cor aparece no meio e eu gostei bem mais, pois deixar os batons de cabeça pra baixo pode danificar eles com o calor! Fora isso, a embalagem é fosca e bem resistente, simples mas bonita.

   A pigmentação de todos é super intensa e deixa a cor bem parecida com a da bala do batom com só uma passada/pincelada. Mesmo sendo matte, a maioria deles não é muito seco, dando uma hidratada na medida, mas não ficando totalmente opacos. 

   A duração também é impressionante, não é aquele batom que vai durar o dia todo, mas ele dura umas boas 5 ou 6 horas e vai desbotando gradualmente (diferente de alguns batons matte muito secos, que vão ficando manchados nos lábios). Eu usei o vermelhão por umas 3 horas, comi e ele continuou ali, firme forte até umas 5 horas, depois foi desbotando.

O chato é que pra maior parte do Brasil só dá pra comprar pela internet. Parece que tem algumas lojas físicas da NYX em São Paulo, (quem souber certinho avisa!) mas que o preço é tão mais alto que não vale a pena!

Na hora de comprar produtos pela internet eu sempre gosto de olhar amostras/swacthes deles, além de opiniões é claro! Então acho que é sempre útil mais uma amostrinha dessas cores!


Quando fui procurar amostras das cores na internet não achei muitos swatches dos batons direto nos lábios, e acho que faz toda a diferença pra ver o batom na prática mesmo! Por isso me prestei a tirar fotos de cada um deles na minha boca torta.

 Por favor não reparem os contornos imperfeitos, fui tirando as fotos sem ver e só depois que passei pro computador vi que não ficou certinho em todos os cantinhos, mas esse não é o foco! hahah



Pale Pink é o mais sequinho de todos, um matte mais verdadeiro mas que não deixa uma cobertura tão uniforme. Com os lábios secos ele marca bastante as linhas, mas nada que um bom balm antes não resolva. Achei a cor bem apagadinha, um rosa mais pálido mesmo mas não tão frio, como o Snob da MAC. Acho que ele dá um efeito parecido sem brigar tanto com as peles mais bronzeadas.



O Hippie Chic é aquele rosinha meio pêsego que eu amo de paixão! Fica bem em morenas, loiras, ruivas, negras, todos os tons de pele! Me lembra bastante o 27 da Vult! Ele é bem sequinho, mas não chega a ser um grande problema em relação à cobertura - só tem que estar com a boca hidratada mesmo. 



O Audrei é um batom rosa pink de tom bem comum e na minha opinião, não valeu a pena. Não é uma cor ou acabamento único e pode ser comparado facilmente com algum nacional de farmácia. A cobertura dele não é tão completa, mas mesmo assim a qualidade do batom é como os outros, muito boa. 



O Summer Breeze é super parecido com o Audrey, e se eu tivesse visto os dois lado a lado não teria comprado um de cada! Se fosse pra escolher um deles, preferiria o Summer Breeze por ser levemente mais aceso e um pouco mais único, mesmo ainda sendo uma cor bem comum de se achar.



Me apaixonei pela cor do Angel, bem diferente dos batons que eu já tinha! Ele é bem rosado com um toque de laranjinha, meio cor de boca corada, sabe?! Fica lindo com uma maquiagem mais delicada, ou até com algo mais dramático pra fugir do cor de boca comum de sempre. é bem hidratante e marca pouco as linhas dos lábios, mas não é totalmente matte, tendo um pouco de reflexo da cremosidade.




Indie Flick é um vermelho-laranja bem aberto e muito lindo! O acabamento eu diria que é semi-matte, pois é bem cremoso, e espalha bem sem borrar ou marcar, mas não deixa a boca bem sequinha como alguns gostam. A cor em sí é muito bonita, e uma ótima forma de variar o vermelho de sempre.



 Comprei o Pure Red na esperaça de ser mais uma opção de batom vermelho matte como o 330 da Boticário que já mostrei aqui, mas não é. Ele é bem cremoso, que o torna mais confortável mas não tem aquele acabamento bem sequinho e fosco. Pressionando os lábios em um lenço de papel dá pra tirar boa parte do brilho e continuar com a cor de forma confortável, sem marcar as linhas. Ainda assim, não é um matte verdadeiro.



 Eles custaram U$4,50 cada e eu comprei os meus na Cherry Culture.com, e chegaram em menos de 2 meses mesmo em época de natal! E a boa notícia é que eu passei bastante dos U$50 e eles declararam minha caixinha como U$12, e passou pela receita despercebida sem taxa nenhuma!

18 de jan de 2013

Usando glitter com moderação: delineador


Não é novidade que eu adoro um glitter e por mim usava em quase todas as makes! Mas nem sempre a ocasião pede, e pra não exagerar a gente dá um jeitinho de libertar a drag queen que existe dentro de nós usando todo esse brilho de uma forma mais contida! hahah

Uma forma que eu adoro usar é como delineador colorido, fazendo um traço mais grossinho e concentrando bastante o glitter só nessa região! Fica bonito, não fica demais, e dá pra criar inúmeros delineadores diferentes com poucos produtos!



Pra fazer o delineado, primeiro eu tracei o formato que eu queria com um pincel pequeno e firme (tipo esses de lábios, sabe?!) com uma sombra da cor do glitter que eu ia usar, molhada. Assim já desenhamos o formato e uma base colorida para o glitter.

Pra deixar o glitter no lugar é imprescindível um fixador. Usei o fixador de glitter da Koloss que é bem grudentinho, e apliquei com o mesmo pincel pequeno só na região do delineado.

Depois disso, é só aplicar o glitter com batidinhas, pressionando no local onde já há fixador. O ideal é usar um pincel também pequeno de preferencia limpo pra não ter resíduos do fixador no pincel, só na pálpebra. Aqueles pincéis de esponjinha também são ótimos pra isso!

O glitter que eu usei foi o Purple Punch, da Coastal Scents que já mostrei nesse post aqui

Pra quem não tem cores diferentes de glitter, vale fazer o delineado com uma sombra colorida + glitter neutro, como o douradinho, prata ou furta cor. Também fica lindo e dá pra criar inúmeras combinações!

E claro, se você quiser usar mais alguma sombra com o delineado (no meu caso, coloquei só um pouco de sombra pérola e marquei de leve o côncavo), é só fazer antes do "delineador"!



Pra adicionar mais um elemento diferente, colei ainda uma pedrinha de cristal no canto interno do olho (colei com cola para cílios mesmo), e adicionei cílios postiços!


E ai, acham mais usável?! O bom é que é bem fácil e rápido de fazer!


Outros looks com glitter roxo:

  • Delineador com glitter, bem mais dramático! AQUI
  • Olhão esfumado com muito glitter, AQUI
  • PRA RIR: tutorial de um olho horrivelmente esfumado e com glitter, feito por mim anos atrás, pra motivar vocês a treinar mais e mais, que a coisa melhora! hahah AQUI


9 de jan de 2013

Feliz ano novo! (super atrasado)


   Atrasada pra desejar feliz natal, pra desejar feliz ano novo, e pra colocar o blog em dia! Podem me xingar, mas continuo avisando que estou voltando! Tá demorando, eu sei, mas vai acontecer!

Não podia deixar de desejar muitas felicidades para todas nesse ano novinho pra gente começar tudo de novo e tentar fazer acontecer todas as metas e desejos pra 2013!

E é claro que uma das minhas metas é voltar a postar com bastante frequência aqui nesse espaço que eu amo tanto.

Acontece que o fim de ano foi bem intenso pra mim (hahah!) cheio de mudanças e muito, muito trabalho! Tava difícil de me organizar e tive que escolher entre me dedicar ao trabalho novo e ao fim de semestre na faculdade ao mesmo tempo ou continuar postando frequentemente. Foi uma pausa necessária, mas quero atualizar vocês com o que tem de novo! 

Agora finalmente as coisas estão se acalmando no trabalho, e chegaram as férias da faculdade, então vou poder me dedicar ao blog e atualizar tudo por aqui!

Enquanto isso, quero mostrar pra vocês um pouco do que tenho feito em relação a makes nesse tempo!

Bom... trabalhar com make em salão de beleza é bem diferente de maquiar pra fotografia e produções, e mesmo a domicílio. A correria é muita e o tipo de maquiagem também é um pouco diferente! No salão eu não tenho tanta liberdade pra criar (é claro!), e ouço muitos pedidos do "pretinho com dourado esfumado" todos os dias! Pode parecer meio monótono às vezes, mas dá pra se divertir com as variações de formatos e rostos e estilos, e ousar um pouquinho de vez em quando!


O "pretinho com dourado"


mais discreto, sem tanto brilho e com lápis bege na linha d'água

mais dramático, com glitter, delineador e lápis bem pretinho!

Claro que muita coisa muda e nenhuma maquiagem fica igual a outra, mas é diferente se dedicar aos estilos mais clássicos e discretos, e tenho gostado bastante também!

Estou montando um material com fotos de makes para mostrar para as clientes no salão, e percebi que dos looks que eu tenho, pouquíssimos são nesse estilo mais neutro, mas ainda festivo.

Por isso fiz algumas fotos de looks mais contidos, mas que também são lindos e valorizam muito!

sombra pérola da Eudora no canto interno, e pigmento Golden Olive no centro da pálpebra 



Esse tipo de maquiagem é ideal pra quem não está acostumada a usar maquiagem normalmente ou não quer ousar muito, mas quer fazer algo marcante sem ser diferente demais.


É a maquiagem que eu chamo de "feijão com arroz", não é nada revolucionário ou super criativo mas fica bem em todo mundo e é ideal pra casamentos, formaturas e festas em geral, combinando com quase todos os tipos e cores de roupa.

Então, que tipo de make vocês gostam mais?
As mais normais tipo feijão com arroz ou as mais criativas?

Beijos e até breve!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve?

Quem escreve?
JuliKa Oliveira, gaúcha de Porto Alegre, trabalha como maquiadora e designer de sobrancelhas e é apaixonada por beleza e compartilhar conhecimento! Contato pelo julika.oliveira@terra.com.br

Tags

tutorial (67) colorido (62) resenha (43) neutros (40) dicas (37) roxo (33) delineador (28) novidades (28) festa (25) artistica (22) azul (22) preto (22) dia-a-dia (20) dourado (20) make up (20) rosa (20) glitter (19) inspiração (16) trabalhos (16) swatch (12) make (11) paleta (10) tosquera (10) clientes (9) laranja (9) sobrancelhas (9) cilios postiços (8) vinho (8) NYX (7) coastal scents (7) concurso (7) dica (7) esmalte (7) lilas (7) verde (7) vult (7) BBB (6) fotografia (6) video gringo (6) youtube (5) antes e depois (4) crazy stuff (4) glítter (4) marrom (4) DIY (3) boneca (3) carnaval (3) maletas (3) organização (3) primer (3) TAG (2) maquiagem masculina (2) photoshop (2) vendas (2) c (1) coruja (1) fantasia (1) leve (1) pinceis (1) rimel (1)

Curta o All My Looks

Faça Parte!

All My Looks.com.br. Tecnologia do Blogger.

Sugestões

Ocorreu um erro neste gadget