29 de set de 2012

Tô viva!


  Detesto entrar em um blog diariamente para ver as novidades e ver sempre a mesma ultima postagem, sem atualização por dias. Que raiva que dá, né?! Então, eu sei o que muitas de vocês devem estar sentindo! hahah E me sinto super culpada por não estar conseguindo postar tanto quanto vocês e o blog merecem!

Mas calma! Estou trabalhando bastante e também me organizando para voltar ao ritmo de postagens, e em breve conto as novidades com mais detalhes para vocês!


Por enquanto deixo uma foto do ultimo look que fotografei, uma make que considero ideal para um aniversário de 15 anos ou debut.... Depois conto mais detalhes e posto muito mais fotos!

Enquanto isso, vocês prometem que não me abandonam?! :D  Não vou demorar!

Beijos, e saudades!

24 de set de 2012

Make criativa e inspiração


Adoro ver uma imagem que me inspire! Principalmente quando é uma inspiração de make, é ótimo ter uma idéia (ou adaptar, claro!) e poder colocar em prática - tentar, errar, consertar, acertar...

Eu não me canso de dizer que é a prática que mais faz diferença pra melhorar as habilidades de make, e pra mim o que mais me ensinou além de maquiar pessoas diferentes foi tentar todo o tipo de make em mim mesma, sem nenhum compromisso de ter que ficar bom ou agradar alguém, só por diversão mesmo.

Dessa vez a imagem que me inspirou foi uma da barbie, que encontrei por acaso e achei demais!


A barbie loira, da esquerda foi a que me deixou morrendo de vontade de fazer um olho bem escuro e carregado, com um delineador diferente no canto externo.



Também me arrisquei a fazer a pele branquinha, os lábios escuros e até a pinta no canto da boca. As fotos ficaram meio estranhas, até porque eu tentei incorporar a expressão da barbie e não rolou não dá pra se comparar com a barbie né? Mas relevem as caras e atentem à make! hehe



A pinta ficou muito escura né?! Sempre acho pintas lindas, mas parece que elas só ficam bem quando ja é da pessoa mesmo!

 Essa definitivamente não é uma make que eu usaria ou faria normalmente, mas adoro experimentar técnicas novas e me diverti muito fazendo!



E vocês, aprovam?

21 de set de 2012

Cursos Profissionais de maquiagem - minha experiência e recomendações!



  Há muito tempo eu estou pra escrever sobre cursos de maquiagem profissional em geral e o curso que eu fiz. Recebo muitas perguntas sobre isso e nunca consigo responder com todos os detalhes que quero, então vou reunir aqui tudo que acho importante sobre esse assunto!

  Hoje consegui sentar e escrever TUDO, então se preparem porque esse vai ser um post LONGO! A quem não interessar, pode pular! 

  Eu fiz meu curso de maquiagem social profissional em agosto do ano passado, na escola de estética facial e corporal Bel Art, aqui de Porto Alegre. Na época eu já maquiava bastante gente e já fazia até tutorial no blog, mas quis fazer o curso pra profissionalizar mesmo e poder dizer que eu tinha uma formação oficial.

  Antes de escolher qual curso eu queria eu pesquisei todos os disponíveis na minha cidade, que não eram muitos. Encontrei desde SENAC e Mirage até Embeleze, anotei todos os horários, turmas, valores e quaisquer outras informações que eu encontrei e comparei os cursos

  Fazendo uma pesquisa mais superficial a maior diferença que você vai encontrar são os valores e o número de horas do curso. 

  Tem curso de 6 meses, tem curso de 30 horas. O tempo de curso que você quer fazer ou acha que precisa é algo bem importante pra se considerar. Não só o tempo de horas/aula do curso, mas o tempo que o curso tem de duração. O curso que eu fiz por exemplo tinha 30 horas de duração, no total de 10 aulas - bem pouco tempo pra quem não sabe muito ainda e quer uma formação completa, mas um tempo bom pra quem quer aprender o básico ou só oficializar. 

  Além da duração do curso, também é importante se informar sobre quantas aulas serão teóricas e quantas serão práticas. A teoria da maquiagem é importante, mas eu pelo menos prefiro aprendê-la junto com a prática, pois você pode ver o resultado real. Alguns cursos dão mais ênfase na teoria, outros mais na prática... Já ouvi falar de cursos que tem quase só aulas teóricas!

  E para praticar, você precisa aprender a maquiar os outros, e não você mesma – o curso é de maquiagem profissional, e não auto maquiagem né?! E para maquiar os outros você precisa de modelos para praticar. Alguns cursos oferecem modelos ou tem programas para conseguir voluntárias, e outros exigem que você leve as suas modelos. Dependendo do horário e de quantas amigas com paciência disponibilidade de tempo você tem isso pode ser bem complicado, então é bom levar esse fator em consideração!

  Uma dica bem legal é se oferecer como modelo para o curso que você está pensando em fazer, e assistir de perto como são as aulas! A professora geralmente é quem "faz" o curso, então saber quem ela é ou que estilo de maquiagens ela prefere também vai determinar qual o enfoque principal que o curso vai ter.

  Também é legal saber se o curso dá algum tipo de material de apoio de maquiagem mesmo, e se a lista de materiais OBRIGATÓRIOS é coerente ou não. Eu já ouvi falar de cursos onde havia listas enormes de materiais que depois você pode não usar ou não se adaptar, umas inclusive especificando marcas. Do tipo, 5 bases da MAC da linha TAL, 5 pós da MAC da linha tal, 5 cores disso, daquilo... Na minha opinião você é que tem que saber o que precisa para montar um kit, e o curso deve te prover o conhecimento e discernimento para saber o que é necessário ou não.

  Além disso também acho importante conhecer o espaço onde você vai ter as aulas, se tem estrutura e luz suficientes, que outros cursos a escola dá...

  Tudo isso é importante, mas sem dúvida o que eu mais recomendo pra escolher o seu curso é conversar com pessoas que já fizeram e se informar se recomendam, se é bom mesmo. Além de você se prevenir de cair em uma roubada, você já pode ver a qualidade do trabalho de quem fez o curso, e entender qual o reconhecimento que ele tem entre os profissionais do meio.

  Então, agora que já falei o que eu acho mais importante na hora de escolher um curso, vou falar um pouco sobre o curso que eu fiz.


  Dos cursos disponíveis na minha região as aulas eram sempre pela manhã ou manhã e tarde, o único que tinha aulas a noite era o curso no SENAC - que tinha duração de uns 6 meses e só tinha em Canoas, uma cidade próxima de Porto Alegre.

  Falei com algumas profissionais e ouvi falar muito bem do curso na Bel Art, mesmo os horários não sendo muito bons para mim.

  Acabei tendo que fazer as aulas pela manhã, e para isso tive que trancar duas cadeiras na faculdade, cadeiras que até hoje não consegui recuperar por causa dos créditos obrigatórios e blablablas de toda universidade federal. Por isso é bom levar em consideração também o quanto os horários vão "atrapalhar" a sua vida tanto durante o curso quanto depois! 

  Fora os horários, gostei muito do curso para mim. A estrutura e localização do curso é boa - no centro da cidade, com boa iluminação, cadeiras de maquiador, carrinhos e espelho para todas as alunas. 

  Ao total das 30 horas de curso foram 10 aulas e todas elas (exceto a primeira, de apresentação) foram práticas. A aula começava com a teoria e a demonstração de alguma técnica e produtos, e continuava com a parte prática!

  Eles não exigiam que você levasse modelos em todas as aulas (quem quisesse, podia!), e o que acontecia geralmente era que as alunas se maquiavam entre si. Em duplas, na primeira parte da aula prática eu era maquiada e na segunda parte eu maquiava minha colega. Isso é bem ruim em questão do tempo - se você tivesse modelos poderia maquiar o dobro do tempo! Mas ao mesmo tempo era bom pois ninguém ficava parado por não ter voluntárias disponíveis, e você também pode ver como é ser maquiado por alguém! Sentir como é ter produtos aplicados com as mãos ou com pincéis, ver que o perfume que você usa pode agradar ou enjoar uma cliente, ver que a cliente nota sim se você estiver nervosa ou cometer um erro... tudo isso que também é importante!

  O esquema com o material foi uma das coisas que mais me agradou! A escola pedia o mínimo de material obrigatório: um jogo de pincéis, esponjinhas, uma paleta para misturar as cores e só! Não precisava levar hidratante, base, sombras, lápis, nada disso! Todas as maquiagens usadas em aula eram da Catharine Hill, uma marca profissional bem boa e relativamente completa. 

  O melhor disso foi que no curso eu pude montar o meu material aos poucos e sabendo o que estava comprando, ouvindo ouvir a opinião de profissionais sobre o que é bom ou não, o que você usa realmente ou não no kit e etc. Sou super contra ter que comprar coisas obrigatórias, até porque além de você não saber se o negócio é bom mesmo na sua opinião, não vai pesquisar sobre outros produtos e saber se aquele realmente é o produto que mais vale a pena, e isso é uma das coisas importantes da profissão! 

  As professoras também foram um ponto super positivo! Digo as porque foram duas, as duas super boas e claro com uma visão e técnica um pouco diferente. Isso é bom para não acabar terminando com uma visão fechada, só com uma professora.

O que eu não gostei na verdade foi as técnicas meio pré-estabelecidas demais, padronizadas - mas acho que isso é comum em qualquer curso e deve facilitar para quem está aprendendo do início. Nas aulas não teve uma ênfase muito grande em onde fica bem iluminar ou escurecer os olhos, e os resultados que esses efeitos dão para cada formato ou tipo de olhos ou rosto - e sim várias "fórmulas" fechadas de como fazer, com passos exatos. Não tenho nada contra isso e funciona sim, mas eu gosto muito mais de ser criativa e ir valorizando o que cada pessoa tem, ao invés de fazer da maquiagem uma receitinha de bolo. Mas repito, para quem está começando deve facilitar bastante,  não dá pra pedir muita liberdade criativa de um curso profissionalizante!

  No geral eu considero que foi um bom curso, embora principalmente pelo tempo não tenha se aprofundado muito em assuntos que eu considero muito importantes, como o contorno e iluminação de rosto e teoria de cores. Pra mim foi bom mesmo assim porque me deu uma visão mais profissional da maquiagem, ensinando também práticas de higiene que antes eu nunca imaginaria - como por exemplo usar uma máscara higiênica para maquiar e uma paleta de metal para isolar os produtos em creme e não contaminar as embalagens. Pode parecer frescura para alguém, mas ficar 40 minutos sentada numa cadeira de maquiador sentindo a respiração de outra pessoa pode ser não só incômodo quanto anti-higiênico e perigoso do ponto de vista médico!

  Sobre o SENAC, que eu sei que vão me perguntar! hehe Eu não fiz o curso lá, mas já ouvi a opinião de várias meninas que fizeram e tem várias críticas e alguns elogios também é claro. Sei que a Eliana do Galoxas Roxas fez no de Canoas RS (o mais próximo de Porto Alegre) e a Karen do MAC Maniaca fez o curso em BH, e acredito que ambas se tornaram professoras de lá depois disso! Pra quem está pensando em fazer eu sugiro procurar pessoas que já fizeram o curso no mesmo lugar que você pretende fazer e ver a opinião de cada um! O curso muda completamente de lugar para lugar, e conforme também a professora que ministra o curso!

  O objetivo desse post não é recomendar ou gongar nenhum curso, e sim reportar as minhas experiências e o que eu acredito ser importante na hora de escolher o seu!

  Espero que seja útil para alguém, e qualquer dúvida fiquem a vontade para perguntar! ;)
Beijos para todos e todas!
19 de set de 2012

Make do dia: Delineador e sombra opaca


   A make do dia de hoje é uma maquiagem básica e relativamente discreta para o dia a dia, mas ainda com cara de quem está maquiada e arrumadinha.

Pode parecer meio monótona pra quem gosta de looks carregados, mas nem só de smokey eyes e coloridos vive alguém, não é?!


   Fiz a make na verdade pois estava com os olhos um pouco inchados, e pra mim o que funciona melhor para disfarçar nesses casos é ter a linha rente aos cílios bem pretinha (tem um tutorial completo pra olhos inchados aqui!)

   Já que era um dia comum e o delineado já dá um ar diferente, mantive as sombras bem neutras e opacas. 
Eu sempre esqueço de falar os produtos que uso, mas hoje lembrei! hehe
A sombra bege clara que usei em toda a pálpebra e abaixo das sobrancelhas é uma bege bem pigmentada da paleta da Catharine Hill, e a marrom clara do côncavo é a Kid da MAC.
O delineador que usei foi o fluidline, que faz um traço super fácil e dura bastante!




  Os cílios estão bem maiores (dá pra notar?) não por um rímel específico, mas porque fiz alongamento de cílios com tufos, que dura até 3 semanas, e to amando! To fazendo trabalhos de alongamento de cílios fio a fio e de tufos no salão, então aproveitei pra fazer em mim mesma pra mostrar pras clientes que estavam curiosas! 

  O batom que usei foi um rosinha suave que adoro, o 27 da Vult.



   E o cabelo? Tragédia! Por isso essa cara terrível! hehe Fui retocar a cor e resolvi passar um tom mais escuro para igualar... ficou um castanho avermelhado, e não aquele laranjinha que eu quero e estava quase conseguindo! Todo o desgaste para descolorir e agora ele ficou mais escuro de novo! Mas ok, estou pensando se faço umas mechas ou outra decapagem de novo! 


 E o borradinho acima do olho direito, quem viu?! Na hora de passar o delineador borrou um pouquinho, eu dei uma retocada com a sombra clara mas não ficou perfeito. Como eu estava com pressa e queria fotografar o look, deixei assim e nem retoquei no photoshop. Ninguém é perfeito mesmo e eu também borro  delineado! hehe

Beijão para todas!

16 de set de 2012

Base Revlon Photoready Airbrush


A Revlon é uma das minhas marcas preferidas para base (a Colorstay é minha paixão antiga!), então quando vi a Photoready Airbrush no free shop, tive trazer que experimentar!


O que o produto promete: (tradução tosca do site da marca)

     Tenha um resultado de airbrush com a base Revlon em mouse tão leve quanto o ar. Pressione o         botão levemente para obter um mouse-espuma leve que se mistura com a pele perfeitamente. Pigmentos fotocromáticos minimizam a aparencia de imperfeições para uma pele suave, perfeita e sem poros.

Ela é basicamente uma versão em mouse da base Revlon Photoready normal, que é líquida. A embalagem no entanto é diferente de outras bases em mouse que já estavam no mercado - como a maybeline dream mouse, que vem em um potinho de vidro e é mais densa! 


A Photoready Airbrush vem em uma embalagem tipo spray de cabelo, mas a saída dela de "aerosol" produz um mouse diferente e bem leve mesmo.

Sobre o acabamento de airbrush eu não vi nenhum, para mim é uma base comum com uma textura diferente, mas o resultado nem se compara com a maquiagem feita com airbrush compressor mesmo. 


Assim que a base sai da embalagem, ela é um mouse bem aerado e líquido, coma textura parecida com mouse de cabelo mesmo, sabe?! Quando se encosta o pincel de base ou mesmo os dedos para aplicar, as bolinhas de ar vão se desfazendo e ela se torna mais líquida, mas bem leve e pigmentada.



Como eu maquio profissionalmente, comprei uma cor mais clara e uma mais escura para poder utilizá-las sozinhas ou misturadas e chegar a vários tons de pele diferentes. 

Revlon Photoready Airbrush 010 Valina e 060 Golden Beige

swatches das duas cores na mão


bases espalhadas levemente


bases esfumadas (com os dedos)

Acho que dá pra ver na foto que o acabamento dela não é mate, e reflete bastante a luz (as fotos foram tiradas com luz artificial, sem flash). Para fotografia esse acabamento realmente é legal, mas pode ser confundido com oleosidade, suor ou brilho. 

Na verdade a característica mais marcante e que eu mais impliquei com essa base é que ela tem brilhos. Sim, brilhos visíveis de perto que parecem até mini partículas de glitter. Muito bonito, mas no rosto todo não é algo que me agrade muito.


A cobertura dela em compensação, é excelente - cobre quase tudo com pouco produto. Ela acaba transferindo um pouco, mas isso diminui bastante depois de aplicar pó. Outra coisa chatinha é a forma de aplicar - não é uma aplicação fácil ou rápida. Eu não gosto de aplicar nenhuma base com os dedos, mas essa parece que precisa de um pincel tipo duo fiber para deixar um acabamento legal.

Olhando de perto o que eu vejo: brilinhos e poros, muitos poros visíveis. Parece que ela preenche e penetra nos poros, o que acaba deixando eles mais visíveis. Achei estranho e testei também aplicando um primer antes da base e não vi muita diferença.

 Sobre essa questão dos poros fico me perguntando se isso não compromete a questão comedogênica, por aparentemente obstruir os poros e não deixar eles respirarem. Minha pele não tem muita acne e eu não usei ela continuamente por um bom tempo, mas imagino que não seja muito saudável para a pele no dia a dia.


Na pele ela sente bem confortável, não pesa e não parece que se está usando base.

Com o acabamento acetinado eu achei meio indispensável finalizar com pó. Usei um pó translúcido que não adiciona cor, mas o brilho da pele continuou visível, embora mais sequinho.


Olhando de perto o acabamento fica bem "imperfeito" principalmente por essa questão dos poros, eu acho que essa base acaba marcando bastante. Mas vendo de longe o acabamento realmente fica bem bonito e para fotos também, para quem não implica com um pouco de brilho.

É uma base boa para festas ou para fotografia, mas não para todo mundo!

Resumindo, eu recomendaria essa base para alguém com pele normal a seca e sem problemas ou implicância com poros, que quer ficar bem e iluminada em fotos, sem se importar de ficar visivelmente maquiada quando vista de perto. Também funciona muito bem pra quem quer uma boa cobertura sem pesar tanto na pele no sentido de "sentir" a base no rosto.

Para quem tem pele mista ou oleosa, poros dilatados, problemas com oleosidade ou curte uma pele mais matizada, é melhor fugir!

12 de set de 2012

Make improvisada de necessaire - verde musgo

Oi gurias! Tudo bem?!
Eu não sumi, não morri, e nem abandonei o blog, só estou trabalhando loucamente! HAHAH
Há pouco tempo comecei a trabalhar em uma estética bem legal aqui de Porto Alegre e ainda estou me organizando e adaptando com os horários para poder continuar atualizando o blog com a mesma frquência!
Daqui a uns dias eu conto tudo com mais detalhes, mas por hoje queria mostrar pra vocês a make que fiz no sábado para ir maquiar!


Eu estava passando alguns dias fora e fiquei apenas com um kit básico de makes - base, corretivo, rímel, blush e sombras neutras. Nesse dia eu queria fazer algo diferente, e tive que improvisar com o que tinha!


Consegui emprestado um quarteto de sombras verdinho da Avon, e mesmo não sendo as minhas cores preferidas consegui me virar com ele!

O que eu usei: Base Revlon Colorstay 180 Sand Beige, Corretivo Mary Kay, Batom #02 Fenza, Mini pincéis e blush vult (depotado, não tenho mais o número!)

Também usei um delineador marrom da Revlon e um lápis de sobrancelhas universal da Panvel, que não saíram na foto!

Pra deixar as sombras que (não são lá muito pigmentadas) mais vibrantes, usei um corretivo bem concentrado como base para sombras e apliquei elas depositando a cor com um pincel achatadinho. Depois só esfumei as bordas de leve!



Não ficou perfeita, mas quebrou o galho legal e mesmo com a minha implicância com sombra verde (sou só eu? vocês gostam?), achei que esse tom mais escuro ficou bem!


A outra novidade é que estou ruiva! :D
Eu queria isso há muito tempo já e não conseguia achar o tom certo para mim. Ainda não cheguei no que eu quero, mas estou gostando bastante! Meu cabelo estava preto e com tintura, então o processo foi bem complicado e eu fiz sozinha em casa (coragem!).
Decapei, descolori, descolori mais, pintei, tonalizei, tonalizei de novo... Mas meu cabelo resistiu!
Se vocês quiserem saber mais sobre o processo me contem que eu faço um post especial!

E prometo que vou me esforçar pra atualizar com mais frequência por aqui! ;)

Mil beijos!

6 de set de 2012

HD Red Circuit - Esmalte da vez e produtinhos para unhas


O esmalte da vez é o Red Circuit High Definition da Kolt. 
Eu nunca tinha ouvido falar da marca, mas levei para casa assim que eu vi na prateleira por ser uma cor bonita e um acabamento tipo 3D que eu adoro, por um precinho legal (cerca de R$4).


Adoro esse tipo de acabamento metálico super pigmentado, pois ele geralmente cobre bem já na primeira camada, prático pra quem não tem muito tempo ou pinta as unhas de noite! Já vi ser chamado de 3D, HD, e ele é quase um primo dos holográficos.

Esmalte Red Circuit HD da Kolt - que de vermelho não tem nada!

A cor na embalagem e no nome é um vermelho rosado, mas nas unhas fica um rosa magenta bem bonito. Mesmo não sendo a cor prometida, gostei bastante.


Pra finalizar usei o Top Coat Double Duty da Sally Hansen, que comprei na esperança de fortalecer ou pelo menos endurecer as minhas unhas super frágeis. Ainda não usei ele tempo o bastante para falar sobre o resultado a longo prazo, mas de imediato não achei que ele faz muita diferença.



Eu não sou a maior expert em unhas (muito longe disso!), mas tive que aprender a me virar com as minhas pois qualquer esmalte dura no máximo 3 dias sem lascar na minha unha. Sim, qualquer esmalte, aplicado por qualquer manicure!

Minha unha é muito fininha e frágil, quebra, escama, e "repele" esmaltes! Quer mais alguma coisa?! hahah 

Por isso que nos últimos tempos desisti de tentar manter elas quadradinhas e assumi o formato redondo mais natural e fácil. Não é o formato mais lindo do mundo na minha opinião, mas prefiro ter elas mais emparelhadas e redondas do que quadradas e quebradas! hahah 

Como sempre pintei as unhas à noite, mas dessa vez elas resistiram às marquinhas do travesseiro! Depois de esmaltar usei um spray secante da Neez sem muitas esperanças mas que funcionou super bem! (comprei o pequeninho que não vale tanto a pena mas é tão bonitinho! HAHAH adoro miniaturas!) 

Outras coisinhas que me ajudam na hora de fazer as unhas em casa são um bom amolecedor de cutículas, espátulas de metal e um removedor de esmaltes sem acetona que não resseca tanto as unhas.


Um alicate bem afiado também ajuda muito e é um dos motivos de eu não gostar muito de fazer as unhas em salão - gosto de usar o meu e só meu alicate, é sempre bom levar o seu na hora de fazer as unhas fora! Esse é um da Mundial bem simples, mas bem afiado!

Outra novidade que estou testando e gostando é uma canetinha hidratante para cutículas da Oceáne, que deixo na bolsa e vou reaplicando durante o dia para deixar as cutículas mais hidratadas e fininhas.

Enfim, é isso que eu uso para fazer as unhas em casa e não fica uma manicure profissinal, mas resolve bem!

E vocês, conseguem fazer as unhas em casa ou preferem ir no salão? 

4 de set de 2012

Como afinar o rosto - contorno e iluminação


Depois de muito tempo planejando, pesquisando, planejando mais e fotografando, hoje sai finalmente um tutorial de contorno!

Não é nada misterioso, eu só queria mostrar pra vocês da forma mais clara e simples possível os milagres que o contorno pode fazer para o acabamento da maquiagem e SIM, para afinar o rosto e mudar vários traços!

antes e depois contorno
Quem acompanha o blog no Facebook (curte lá!) já deve ter visto a foto do antes e depois que eu postei assim que fotografei o tutorial. E sim, eu demorei muito para postar, mas foi por uma boa causa e mais a frente eu conto para vocês! ;)
Então, vamos ao tutorial?

 O contorno de rosto nada mais é do que a ilusão de sombra e luz no rosto, modificando a forma como ele é percebido. Para isso, devemos usar sempre produtos OPACOS sem brilho algum, pois esses sim dão a ilusão de luz e sombra. Usar um bronzer com brilho não cria efeito de sombra e acaba deixando um aspecto "sujo"! Além do acabamento opaco, é bom fugir dos tons terrosos ou avermelhados, que não dão o mesmo efeito - a sombra tende para o cinza, não é mesmo?! Busque os marrons mais frios ou neutros.
O mais indicado é usar um pó alguns tons mais escuro do que a sua pele para fazer a sombra (contorno), e um pó mais claro para fazer a luz (iluminação). Também podemos usar produtos em creme, como corretivos e bases!

As parte que queremos esconder ou dar a impressão de trazer para trás, ganham a cor escura. As partes que queremos ressaltar e trazer para frente, ganham a cor clara:


As áreas a serem escurecidas são a lateral do rosto logo abaixo do ossinho das maçãs do rosto (que é o local que mais dá a impressão de rosto mais fino!), as laterais da testa, e abaixo do maxilar para disfarçar qualquer "papada" ou excesso nessa área. Para o nariz, escurecemos as laterais conforme o novo desenho que queremos criar.

Para iluminar, vamos clarear a área abaixo dos olhos, e também poderiamos iluminar a parte de cima do nariz, o centro da testa e o centro do queixo. É sempre bom lembrar que as áreas onde iluminamos tem a impressão de vir para frente, então não vamos iluminar o queixo se ele já tem um volume bom, nem a testa.

Cada contorno deve ser ajustado conforme o seu formato e características de rosto!

Então, vamos ao passo a passo?

Para começar preparei a pele com uma base da cor da pele, pronta para o contorno. Fiz também uma make simples nos olhos e sobrancelhas (só para não ficar com a make incompleta durante o tutorial!)



Pele pronta com manchinhas e imperfeições neutralizadas, é hora de descobrir o que você quer esconder e o que quer ressaltar. No caso dessa make, queremos dar a impressão de um rosto mais fino, e afinar o nariz.


Começo aplicando um corretivo mais claro para iluminar a área dos olhos até a linha do cabelo, criando um olhar mais alongado. Essa é a técnica muito usada pela Kim Kardashian, que o Goss mostrou aqui.


Para deixar o corretivo sequinho e todo o rosto pronto para receber o bronzer matte em pó, aplico um pó fixador translúcido (esse aqui, da Catharine Hill) com uma esponjinha, e depois retiro o excesso com um picel de pó.


Começando o contorno! O pincel pode ser qualquer um tipo de blush que seja pequeno o bastante para encaixar abaixo do ossinho das maçãs do rosto! Também pode ser um pincel de blush chanfrado, ou um pincel de pó pontudinho, o iportante é fazer a sombra chegar no local desejado com um pouco de precisão!

Para encontrar o local certo, é só fazer um biquinho com a boca (isso, essa cara ridícula mesmo! e não vale rir no meio do contorno! HAHAH) e aplicar o pó escuro na parte que "afunda". 

Acho que a foto é bem auto-explicativa:



Embora o contorno da lateral do rosto seja o que faz a maior diferença, eu não gosto de deixar a testa sem contorno pois dá a impressão de que o rosto não está equilibrado (fica mais escuro em um só local). 

Pra quem quer alongar o rosto, a dica é aplicar o contorno apenas nas laterais. Para quem tem o rosto comprido ou prefere diminuir a testa, é só aplicar o contorno também na parte de cima da testa, na raíz do cabelo!


Depois disso vamos escurecer abaixo do maxilar! Esse truque pode ser usado não só para disfarçar as gordurinhas indesejadas que podem aparecer por ali, mas também para dar profundidade ao rosto quando aplicamos a base até abaixo do maxilar. Para aplicar é só levantar um pouco o rosto e fazer o mesmo biquinho de antes. é importante esfumar bem essa região para não ficar nenhuma linha nítida demais!


Nas fotos eu fiz tudo super marcado para aparecer bem, mas "ao vivo" o melhor mesmo é que sejam sombras que se misturam com as linhas do rosto e se tornam quase imperceptíveis pra quem não está olhando diretamente para elas - o objetivo é que se veja só o efeito, e não o contorno!

Pra quem pesou na mão e aplicou demais (é super comum no início, como eu sempre digo a prática leva a perfeição!) é só esfumar tudo com um pincel de pó limpo ou com pó da cor da pele.

 

Contorno de rosto prontinho!


Agora vamos para a parte um pouco mais complicadinha: afinar o nariz.
Esse passo precisa de um pouco de treino para acertar, então não tente se arriscar de primeira sem nunca ter tentado, bem na hora de terminar aquela make bapho pra sair atrasada. Experimente a forma de aplicação, as cores e como você gosta do resultado, e treine!

Eu uso um pincel de sombra fofinho de esfumar (bem limpinho, cuidado pra não pegar o picel com resíduo de sombra escura ou colorida e se manchar toda!) e com ele aplico o mesmo pó escuro, ou uma sombra marrom clara bem de leve. 


Para afinar o nariz eu aplico o bronzer nas laterais, a partir da linha onde eu quero criar o novo "tamanho" dele. E para deixar o nariz mais arrebitado, é só colocar um pouco do produto em baixo da pontinha!

Esse truque dá muito certo, mas tem que ser bem esfumado e discreto, para não deixar uma linha evidente e marcada! Pra isso depois de aplicar tudo com cuidado, eu esfumo com um pincel pequeno de pó ou de blush. 

  

Rosto contornado!


Para completar aplico blush nas maças do rosto, em cima do ossinho em direção à raíz do cabelo (na altura da parte de cima das orelhas). Se for usar um blush muito rosa, prefira manter a cor concentrada mais no centro das maçãs!

 

Pra dar um pouco de brilho à pele que estava toda opaca, aplico um iluminador em pó com um leve shimmer! Dá uma cara de rycah! hahah



Prontinha! Linda, cara de rica, fina, rosto mais fino e magro, elegante... tudo de bom!




Eaí, vocês acham que faz diferença mesmo?!
Já fazem, ou vão experimentar em casa?!
Me contem!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve?

Quem escreve?
JuliKa Oliveira, gaúcha de Porto Alegre, trabalha como maquiadora e designer de sobrancelhas e é apaixonada por beleza e compartilhar conhecimento! Contato pelo julika.oliveira@terra.com.br

Tags

tutorial (67) colorido (62) resenha (43) neutros (40) dicas (37) roxo (33) delineador (28) novidades (28) festa (25) artistica (22) azul (22) preto (22) dia-a-dia (20) dourado (20) make up (20) rosa (20) glitter (19) inspiração (16) trabalhos (16) swatch (12) make (11) paleta (10) tosquera (10) clientes (9) laranja (9) sobrancelhas (9) cilios postiços (8) vinho (8) NYX (7) coastal scents (7) concurso (7) dica (7) esmalte (7) lilas (7) verde (7) vult (7) BBB (6) fotografia (6) video gringo (6) youtube (5) antes e depois (4) crazy stuff (4) glítter (4) marrom (4) DIY (3) boneca (3) carnaval (3) maletas (3) organização (3) primer (3) TAG (2) maquiagem masculina (2) photoshop (2) vendas (2) c (1) coruja (1) fantasia (1) leve (1) pinceis (1) rimel (1)

Curta o All My Looks

Faça Parte!

All My Looks.com.br. Tecnologia do Blogger.

Sugestões

Ocorreu um erro neste gadget